Boletim

Rentabilidade

O primeiro quadrimestre de 2015 foi bastante positivo para o plano de aposentadoria complementar. O segmento de renda fixa fechou a rentabilidade acima de 4%, beneficiado pela alta da SELIC e aceleração da inflação no período.

Mas o destaque foi para a renda variável, que começou o ano apresentando resultados ruins, fechando em forte queda no mês de janeiro. No entanto, esse tipo de investimento se recuperou nos demais meses do período, puxado principalmente pela volta do investidor estrangeiro ao Brasil.

O segmento de aplicações no exterior também contribuiu para o bom desempenho da entidade, impulsionado principalmente pela alta do dólar.

Com relação aos perfis de investimentos:

  • Conservador: manteve um desempenho bastante satisfatório, com uma rentabilidade média acima de 1% ao mês.
  • Moderado: beneficiado pelo bom momento da bolsa, nos quatro primeiros meses de 2015, apresentou uma rentabilidade acima de 5% nesse período.
  • Agressivo: passado o susto do mês de janeiro, na qual a rentabilidade foi negativa, os meses subsequentes foram excepcionais para esse perfil, fechando com uma rentabilidade acima de 3% somente no mês de abril. Tal resultado fez com que a rentabilidade no acumulado do ano chegasse próximo a 6,5%.
Voltar